As conciliações atingiram a marca de 2,3 milhões entre janeiro e junho de 2021. O resultado é mais que o dobro das 924,2 mil feitas no mesmo período em 2020, com um aumento de 32% em relação às soluções consensuais de conflito firmadas em todo o ano de 2019. Os dados foram apresentados na última semana pelo Conselho Nacional de Justiça – CNJ.
Conciliação, mediação e arbitragem, bem como outras formas de celebrar acordo entre as partes diante de um conflito, tiveram sua importância reafirmada desde o início da pandemia da Covid-19. O momento de excepcionalidade acirrou a necessidade da resiliência e do diálogo, em atenção às restrições implicadas ao ordenamento jurídico e à vida em sociedade.
A juíza Sabrina Menegatti Pítsica, de Santa Catarina, aponta 70% de êxito nas formas adequadas de solução de conflitos.

Fonte: https://ibdfam.org.br/noticias/8865/

Mediação do Morar